O repolho (couve em Portugal) pode provocar morte súbita


O repolho (couve em Portugal) é muito rica em nutrientes e pode trazer muitos benefícios para a nossa saúde e bem estar. Mas nem tudo é positivo.

É sabido que as suas folhas contêm níveis de ferro superiores à carne e níveis de cálcio superiores ao leite. No entanto, quando consumida em excesso, o repolho pode ser prejudicial para a sua saúde. Entre os problemas que este legume pode causar estão o hipotireoidismo, os problemas digestivos, a alteração do ritmo cardíaco e a morte súbita.

O jornal britânico Daily Mail entrevistou especialistas em nutrição, questionando eles acerca dos benefícios e dos perigos que o repolho acarreta.

Em relação aos benefícios, os especialistas confirmaram que o repolho possui muito poucas calorias, não tem gordura e possui níveis de fibras muito elevados. Comparativamente à carne, a couve contém mais ferro do que o seu próprio peso em bifes. Para além disso, ela é muito rica em vitaminas, particularmente em vitaminas A, C e K, que são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo. A vitamina K evita que você perca muito sangue quando se machuca causando uma ferida, a vitamina C é um forte antioxidante e um aliado do sistema imunológico e a vitamina A combate as falhas de visão e os problemas oculares.


Embora o repolho seja um ingrediente benéfico para muita gente, para outros a conversa é outra. Para determinadas pessoas, os nutricionistas não recomendam a sua ingestão, pois ela é rica em vitamina K. Quem sofre mais riscos de sofrer coágulos no sangue, não deve consumir essa vitamina porque ela ajuda precisamente a coagular o sangue. Quem sofre desse risco, deve evitar as verduras escuras e as suas folhas.

Outro problema é que o repolho pode causar má digestão e problemas no estômago. Isso acontece porque ela é muito rica em fibras e quando é ingerida crua, pode ser muito difícil para o nosso organismo digerir. Os nutricionistas recomendam que não utilize couve crua, nomeadamente nos recentes e famosos smoothies e batidos naturais.

Se o seu coração ou os seus rins funcionarem mal, evite o repolho. Ela contém níveis elevados de potássio – 450 mg por 100 gramas – que vão prejudicar aqueles que já apresentam níveis de potássio no sangue muito altos.

Embora não existam provas concretas, o repolho pode interagir com a tiroide. Quando a tiroide não produz os hormônios necessários, os goitrogênios contidos na couve vão fazer com que a glândula aumente de tamanho, interferindo assim com a síntese dos hormônios da tiroide.

Esta é a realidade do repolho. Para mais informações, consulte um especialista em nutrição.

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF