Pitaya: benefícios que vão muito além de seu sabor e beleza


Com gosto semelhante ao do kiwi, esta é uma fruta com muita água, baixo valor calórico e muitos benefícios

Você já conhece a pitaya? É uma fruta oriunda de florestas tropicais do México e Américas Central e do Sul, mas também cultivada em países como Israel, China e, há alguns anos, no Brasil.

Claudia Bastos de Oliveira, nutricionista da Clínica Dr. Pop (Curitiba/PR), comenta que a fruta possui a casca coberta por “escamas” e a coloração de sua polpa pode variar entre branco e púrpura, dependendo da variedade. “Ela apresenta ainda diversas sementes pretas e têm sabor levemente adocicado, lembrando bem o kiwi”, diz.

Pitaya: benefícios que vão muito além de seu sabor e beleza

A nutricionista comportamental Patrícia Cruz, Mestre em Ciências da Saúde pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), e membro do Departamento de Nutrição da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO), ressalta que a pitaya é uma fruta rústica pertencente à família Cactáceae. “É conhecida também como a ‘fruta dragão’ (dragon fruit), devido à sua casca. Seus frutos apresentam diferentes formatos, presença ou não de espinhos e a cor da casca e polpa podem variar”, diz.

Benefícios da pitaya

Claudia explica que existem aproximadamente 40 espécies de pitaya, porém, as mais comumente encontradas e consumidas são as que possuem casca vermelha e polpa branca (Hylocereu sundatus), casca vermelha e polpa vermelha (Hylocereus costaricensis), e a de casca amarela com polpa branca (Selenicereus megalanthus).

Patrícia destaca ainda que, independentemente da cor da polpa, todas as pitayas são cremosas, doces e possuem pequenas sementes. “É uma fruta com muita água e de baixo valor calórico”, diz.

Mas, saiba que estas não são as únicas vantagens da fruta! Confira abaixo quais benefícios ela oferece à saúde:

1. Poder antioxidante e propriedades anti-inflamatórias: Claudia explica que a pitaya é rica em compostos antioxidantes que possuem propriedades anti-inflamatórias, atuam na prevenção do câncer e do risco cardiovascular. A nutricionista Patrícia ressalta que a fruta, que conta com licopeno e caroteno, tem a capacidade antioxidante de prevenir o envelhecimento celular e, consequentemente, o surgimento de doenças.

2. Auxílio no tratamento do diabetes: Patrícia destaca que a pitaya é rica em fibras solúveis que retardam a absorção do açúcar e, portanto, auxiliam no tratamento do diabetes mellitus.

3. Mais saciedade: Claudia lembra que, ainda devido à grande quantidade de fibras solúveis, a pitaya ajuda a promover sensação de saciedade, podendo ajudar no processo de emagrecimento.

4. Melhora do trânsito intestinal: Patrícia destaca que a presença de fibras também ajuda no trânsito intestinal. E, conforme acrescenta Claudia, a fruta estimula o crescimento da microbiota intestinal (flora intestinal).

5. Redução do colesterol: as nutricionistas explicam que a fruta ajuda a controlar os níveis de colesterol, evitando assim problemas associados ao colesterol elevado.

6. Fonte de micronutrientes importantes: Claudia explica que a pitaya, além de ser fonte de fibras e carboidratos, é rica em micronutrientes, como cálcio, fósforo, potássio e vitaminas, que colaboram para a saúde dos ossos e dentes, na contração muscular e na produção de células vermelhas, além de compostos como o licopeno (encontrado no tomate) e caroteno (encontrado na cenoura).

7. Bom funcionamento do organismo: a pitaya contribui, de forma geral, para o bom funcionamento do organismo. “Apresenta compostos antioxidantes (polifenóis) e prebióticos (oligossacarídeos) que auxiliam no bom funcionamento do organismo, proporcionando melhora no sistema imunológico, regulação do trânsito intestinal, etc.”, explica Claudia.

8. Ajuda no processo de destoxificação: a nutricionista Claudia comenta que as fibras solúveis, presentes na fruta, podem também auxiliar na digestão e no processo de destoxificação, por minimizar os efeitos de substâncias tóxicas ao corpo, como metais pesados (chumbo, alumínio, cádmio, mercúrio, entre outros).

9. Versatilidade: saborosa, a fruta pode ser consumida em sua forma natural, em sucos, sorvetes, geleias e outros preparos.

10. Pouca caloria: Claudia lembra que a pitaya possui baixo teor calórico, podendo ser grande aliada em dietas de emagrecimento.

Se você ainda não conhecia, agora tem bons motivos para experimentar a pitaya e incluí-la na sua alimentação!

10 receitas com pitaya para experimentar

Ficou ansiosa para provar essa fruta poderosa e encantadora? Além de comê-la em sua forma natural, dá para usá-la em deliciosas receitas. Inspire-se:

1. Limonada de pitaya

Uma bebida diferente, bonita e refrescante. Vale a pena anotar a receita e fazer nos dias quentes do ano, todos vão amar!

Ingredientes

Água
Açúcar
Baunilha
Suco de limão
Pitayas
Modo de preparo

Você fará, basicamente, um xarope com água, açúcar e baunilha. Fará um suco de limão e misturará com o xarope em uma jarra. Por fim, deve adicionar as pitayas.

2. Suco detox de pitaya

Um suco saudável e fácil de fazer, que auxilia na eliminação de toxinas do organismo. Utiliza a pitaya rosa, que é linda, além de nutritiva.

Ingredientes

Água de coco
Pitaya rosa
Salsão
Gengibre
Limão
Hortelã

Modo de preparo

Basta cortar a pitaya ao meio e retirar a polpa… Colocar a fruta no liquidificador juntamente com os outros ingredientes e bater por cerca de 30 segundos.

3. Smoothie de pitaya

Uma bebida tão bonita que, só de olhar para ela, seu dia se tornará mais especial! E sabor também não deixa a desejar! ?

Ingredientes

Água ou leite de amêndoa
Pepino
Pitaya
Iogurte de coco
Sementes de chia
Gelo

Modo de preparo

Você começará batendo a água (ou o leite) com o pepino. Depois, adicionará a pitaya e os demais ingredientes, misturando bem, até que o smoothie adquira uma cor rosa bem bonita.

4. Geleia de pitaya

Uma geleia que não fica nem tão doce, nem tão azeda… Ou seja, na medida. Isso sem falar da cor, que a deixa linda e convidativa.

Ingredientes

Pitaya
Açúcar
Limão
Gelatina embebida em água

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes, exceto a gelatina, em uma panela e ferva em fogo médio. Depois, adicione a mistura de gelatina e a água, e mexa até ficar na consistência que você gosta.

5. Gelatina de pitaya

Receita fácil e deliciosa, além de saudável. É uma boa maneira de adicionar a pitaya na sua alimentação do dia a dia. Até mesmo os pequenos vão amar!

Ingredientes

Pitaya
Água
Açúcar demerara ou adoçante natural Stevia
Ágar-ágar

Modo de preparo

Ferva a água e acrescente o ágar-ágar e o açúcar ou adoçante. Desligue o fogo, acrescente a pitaya amassada e mexa. Coloque em forminhas e espere esfriar até ficar durinha.

6. Mousse de pitaya com limão

Refrescante e com a combinação certa de sabores da pitaya com o limão, é uma ótima opção de sobremesa para o fim de semana. Isso sem falar que é fácil de fazer!

Ingredientes

Pitaya
Limão siciliano
Leite condensado
Creme de leite sem soro

Modo de preparo

Coloque no liquidificador a polpa da pitaya com o suco de limão. Quando ficar homogêneo, junte o leite condensado e, depois, o creme de leite (sem soro). Leve à geladeira por algumas horas e depois é só servir!

7. Mousse de pitaya com maracujá

Uma receita linda e saudável, sem glúten, sem lactose e sem açúcar. Com certeza você não vai resistir! Anote a receita!

Ingredientes

Suco de maracujá
Leite de coco integral
Araruta
Stevia
Pitaya
Banana
Mirtilos
Leite de castanha de caju

Modo de preparo

Faça a camada de maracujá, misturando todos os ingredientes e coloque nas taças. Depois, faça a camada de pitaya, batendo todos os ingredientes no liquidificador e colocando por cima da camada de maracujá nas taças. Deixe na geladeira por cerca de 30 minutos para ficar mais consistente e sirva gelado.

8. Cheesecake de pitaya

Uma sobremesa que vai impressionar, a princípio pela linda aparência e, depois, pela combinação de sabores irresistível.

Biscoito
Manteiga
Pitaya
Açúcar
Cream Cheese
Chantilly
Gelatina em pó
Água

Modo de preparo

Faça a massa, misturando os biscoitos triturados com a manteiga. Depois, basicamente, você precisará misturar os demais ingredientes, fazendo um creme que será despejado sobre a massa. Leve à geladeira por cerca de 4 a 5 horas, no mínimo, antes de servir.

9. Margarita de pitaya

Uma bebida tão deliciosa quanto linda. Ótima pedida para um fim de semana com os amigos, especialmente se os dias estiverem quentes.

Ingredientes

Morangos
Pitaya
Tequila
Licor de laranja
Suco do limão fresco
Rodelas de limão
Mel
Gelo
Açúcar ou sal (para a borda do copo)

Modo de preparo

Você deve reservar alguns morangos e congelá-los, além de parte da pitaya para enfeitar o copo. No liquidificador, é só misturar morangos (que não foram congelados), pitaya, tequila, licor de laranja, suco de limão e mel. Com a mistura homogênea, adicione gelo. Depois, decore a bebida no copo, utilizando os morangos congelados, a pitaya, rodelas de limão, açúcar ou sal.

10. Sorvete de pitaya sem lactose

A pitaya rosa (ou vermelha) é simplesmente o “corante natural” mais lindo do universo. Então, ela é a estrela deste sorvete caseiro saudável, feito com leite de coco, castanha de caju e açúcar demerara.

Ingredientes

Polpa da pitaya rosa
Leite de coco
Castanha de caju crua
Coco em flocos
Açúcar demerara

Modo de preparo

Com pelo menos oito horas de antecedência, você deve colocar a castanha de caju de molho em água. Na hora de preparar a receita, misture a castanha escorrida com os outros ingredientes e bata no liquidificador. Leve ao freezer e deixe congelar… Depois é só servir!

Agora você já sabe que é possível fazer deliciosas e lindas receitas com pitaya. Mas, vale lembrar, que consumir a fruta em sua forma natural também é delicioso e benéfico!

Como escolher, armazenar e consumir a pitaya

Patrícia comenta que, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a recomendação de frutas é de cinco porções diárias. “A pitaya é uma fruta que pode ser consumida ao longo do dia, em refeições principais ou lanches intermediários, se este for o hábito”, diz.

Claudia explica que, apesar da casca dura e com “escamas”, a polpa da pitaya é suave e leve, e que suas sementes devem ser consumidas, pois são ricas em óleos essenciais como ômega 3 e 6 (que têm leve ação laxante e podem reduzir níveis de colesterol total e LDL).

“Não há um horário determinado para o consumo, porém, para garantir seus efeitos benéficos, é recomendado a ingestão de uma fruta ao dia, preferencialmente na sua forma natural”, destaca a nutricionista Claudia.

Para escolher a pitaya, Claudia orienta: prefira sempre as frutas cujas cascas estejam íntegras, ou seja, sem lesões, que apresentem cor acentuada (vermelha ou amarela, de acordo com a espécie) e que estejam macias, mas não muito moles.

“Evite as frutas que estejam com caule ressecado, pois esta condição indica que a pitaya passou do ponto de ser consumida. O ideal é consumi-la ainda fresca, portanto, evite a refrigeração e prefira a temperatura ambiente… Porém, evite deixá-la por muito tempo na fruteira”, acrescenta Claudia.

Contraindicações da pitaya

Patrícia explica que a pitaya só é contraindicada para pessoas com algum quadro de alergia ou intolerância à fruta.

Claudia reforça que, desde que consumida com moderação, assim como no caso de outras frutas, não há contraindicação no consumo da pitaya.

Agora você já conhece as vantagens desta fruta que, além de bonita, é saudável, gostosa, versátil e pode ser aliada numa dieta de emagrecimento.

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF